Grupo Lawign - The Bitche$

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤGrupo Lawign Bitche$ Girls

Dallas, Julieta, Beatriz, Dominique, Brisa, Wendy, Luna, JullyepB´ , Reachit, Charlooth, Missye, Lolo, Megan e Aphrodite.

ㅤㅤㅤㅤㅤWe will still grow a lot. Let's go Bitches.




Meninas, não precisam postar mais nada. Eu já coloquei o resultado na comunidade : “Choice of The Bitches”. Parabéns, o grupo de vocês foi o que melhor se desenvolveu. Se quiserem continuar com isso aqui, é à critério de vocês. Amber/Brisa eu puni a Alice, mais não teve como reprovar ela, ela e a Wendy eram as melhores do grupo. Vejam o resultado (: Depois que lerem, podem apagar esse post. /Candice

Meninas, não precisam postar mais nada. Eu já coloquei o resultado na comunidade : “Choice of The Bitches”. Parabéns, o grupo de vocês foi o que melhor se desenvolveu. Se quiserem continuar com isso aqui, é à critério de vocês. Amber/Brisa eu puni a Alice, mais não teve como reprovar ela, ela e a Wendy eram as melhores do grupo. Vejam o resultado (: Depois que lerem, podem apagar esse post. /Candice


posted 2 years ago·

"Um dia eu já não me aceitei como eu sou. Já fui deixada levar pelos comentários terríveis e maldosos das pessoas. Quando você é pequena escutar aqueles comentariozinhos não se é nada saudável. Você leva aquilo a sério, não se acha boa o suficiente para nada nem ninguém. Deixa de acreditar nas pessoas e, o pior de tudo, deixa de acreditar em si mesma. Tua cabeça vira uma bagunça, uma confusão que só ela. Tudo o que você pensa é o porquê das pessoas te excluírem, te deixarem de lado. Ver todas aquelas criancinhas “normais" correndo para um lado e pro outro, rindo, se divertindo. E você lá, sendo a "esquisita" a "fora da perfeição”. Foi duro pra mim, na verdade, é duro até hoje. Deus nunca me tirou nada, Ele não precisou fazer isso pois as pessoas fizeram por Ele. A sociedade hipócrita quase acabou por um segundo com a minha vida. Eu quase acabei por um segundo com a minha vida. Eu queria ser a amiga de todo mundo, a amiga das menininhas mais lindinhas. Deixar de ser aquela baleia-quatro-olhos. E, bom, eu consegui. Não bem a parte do ser a amiguinha de todos, mas a do de mudar o meu corpo. Mas não foi uma mudança saudável, foi uma mudança terrível, difícil até de falar. Eu de a menina-baleia fui para a menina-esqueleto. Dias sem comer, só bebendo água e mais água. Me transformando num poço de má recordações e sentimentos ruins sem fim. E a cada dia que passava a bulimia piorava e o pior de tudo era que ninguém sabia. Só que o meu pai sempre disse que o meu anjo da guarda é muito forte e ele fez eu conseguir por meio de um desmaio mostrar que estava doente. E eu consegui contornar isso. Não por inteiro, mas consegui, estou conseguindo. É duro, é difícil e um tanto quanto complicado. Mas eu aprendi que se eu não me amar, ninguém poderá fazer isso. Que eu tenho que confiar em mim para alguém poder fazer o mesmo. E com muita luta eu vou conseguindo. Vou deixando de lado tudo isso. Porque o que importa é o que eu acho de mim, o que eu vejo de mim quando me olho no espelho. Não o que as pessoas acham. E esse sorriso que você vê na foto, eu luto por ele todos os dias. E me orgulho dele a cada dia mais.” por Dallas

"Um dia eu já não me aceitei como eu sou. Já fui deixada levar pelos comentários terríveis e maldosos das pessoas. Quando você é pequena escutar aqueles comentariozinhos não se é nada saudável. Você leva aquilo a sério, não se acha boa o suficiente para nada nem ninguém. Deixa de acreditar nas pessoas e, o pior de tudo, deixa de acreditar em si mesma. Tua cabeça vira uma bagunça, uma confusão que só ela. Tudo o que você pensa é o porquê das pessoas te excluírem, te deixarem de lado. Ver todas aquelas criancinhas “normais" correndo para um lado e pro outro, rindo, se divertindo. E você lá, sendo a "esquisita" a "fora da perfeição”. Foi duro pra mim, na verdade, é duro até hoje. Deus nunca me tirou nada, Ele não precisou fazer isso pois as pessoas fizeram por Ele. A sociedade hipócrita quase acabou por um segundo com a minha vida. Eu quase acabei por um segundo com a minha vida. Eu queria ser a amiga de todo mundo, a amiga das menininhas mais lindinhas. Deixar de ser aquela baleia-quatro-olhos. E, bom, eu consegui. Não bem a parte do ser a amiguinha de todos, mas a do de mudar o meu corpo. Mas não foi uma mudança saudável, foi uma mudança terrível, difícil até de falar. Eu de a menina-baleia fui para a menina-esqueleto. Dias sem comer, só bebendo água e mais água. Me transformando num poço de má recordações e sentimentos ruins sem fim. E a cada dia que passava a bulimia piorava e o pior de tudo era que ninguém sabia. Só que o meu pai sempre disse que o meu anjo da guarda é muito forte e ele fez eu conseguir por meio de um desmaio mostrar que estava doente. E eu consegui contornar isso. Não por inteiro, mas consegui, estou conseguindo. É duro, é difícil e um tanto quanto complicado. Mas eu aprendi que se eu não me amar, ninguém poderá fazer isso. Que eu tenho que confiar em mim para alguém poder fazer o mesmo. E com muita luta eu vou conseguindo. Vou deixando de lado tudo isso. Porque o que importa é o que eu acho de mim, o que eu vejo de mim quando me olho no espelho. Não o que as pessoas acham. E esse sorriso que você vê na foto, eu luto por ele todos os dias. E me orgulho dele a cada dia mais.” por Dallas



"Sempre me perguntei o que é ser uma Bt$. Nunca consegui chegar numa só conclusão, ou nos definir em uma só palavra. Mas eu cheguei em alguns conceitos e percebi que ser uma Bt$ é muito mais do que ser sexy, é ser confiante, guerreira. É sempre ter charme e atitude, independente do que aconteça, independente se vai estar com um sorriso ou lágrimas no rosto. É ser você mesma sem se importar com o mundo e com as críticas, é gostar de si própria pelo o que você é e nunca mudar pela razão que for, se colocar em primeiro lugar apesar dos pesares. E ser acima de tudo sincera e amiga. E a amizade na Bt$? Ah, esse é o ponto mais forte que temos. Porque com o passar do tempo vemos que não somos nada uma sem a outra.  Com o tempo, vemos que o nosso laço de amizade está tão forte, que parecemos irmãs de mães diferentes. Nós juntas temos uma força incrível. Que ninguém jamais conseguirá destruir. Somos uma família, ou até mesmo muito mais que isso. Estaremos lá uma pela outra sempre, independente do que aconteça, do que falem.” por Dallas, Aphodite, Amber, Lolo e Charlooth.

"Sempre me perguntei o que é ser uma Bt$. Nunca consegui chegar numa só conclusão, ou nos definir em uma só palavra. Mas eu cheguei em alguns conceitos e percebi que ser uma Bt$ é muito mais do que ser sexy, é ser confiante, guerreira. É sempre ter charme e atitude, independente do que aconteça, independente se vai estar com um sorriso ou lágrimas no rosto. É ser você mesma sem se importar com o mundo e com as críticas, é gostar de si própria pelo o que você é e nunca mudar pela razão que for, se colocar em primeiro lugar apesar dos pesares. E ser acima de tudo sincera e amiga. E a amizade na Bt$? Ah, esse é o ponto mais forte que temos. Porque com o passar do tempo vemos que não somos nada uma sem a outra.  Com o tempo, vemos que o nosso laço de amizade está tão forte, que parecemos irmãs de mães diferentes. Nós juntas temos uma força incrível. Que ninguém jamais conseguirá destruir. Somos uma família, ou até mesmo muito mais que isso. Estaremos lá uma pela outra sempre, independente do que aconteça, do que falem.” por Dallas, Aphodite, Amber, Lolo e Charlooth.



Bom, eu não tenho muita coisa pra falar sobre mim, não sou muito interessante. KKK Eu sou tímida, ciumenta, sorridente, engraçada -n, sentimental, preocupada, possesiva, impaciente, leal, sou de tudo um pouco. :) Adoro comer, mas não sou gorda. Odeio mamão e gente que fala na sala do cinema. Música e livros são as minhas coisas favoritas, sou apaixonada por Percy Jackson, Justin Bieber e ICarly. Odeio se falam mal dos meus ídolos, especialmente se falarem que o Justin é biba. ‘-’ Dificilmente eu falo palavrões, é raro. Falo só “Pô” ou “Putz” -e isso nem é palavrão né. Fico com raiva quando pessoas ficam enrolando pra fazer alguma coisa, por exemplo um trabalho de escola. Não sei passar esmalte em mim mesma, e nem em ninguém. Descascar laranja é um grande desafio pra mim. Bem essa sou eu, Aphrodite Jenny. Ou se preferir, Alexia.

Bom, eu não tenho muita coisa pra falar sobre mim, não sou muito interessante. KKK Eu sou tímida, ciumenta, sorridente, engraçada -n, sentimental, preocupada, possesiva, impaciente, leal, sou de tudo um pouco. :) Adoro comer, mas não sou gorda. Odeio mamão e gente que fala na sala do cinema. Música e livros são as minhas coisas favoritas, sou apaixonada por Percy Jackson, Justin Bieber e ICarly. Odeio se falam mal dos meus ídolos, especialmente se falarem que o Justin é biba. ‘-’ Dificilmente eu falo palavrões, é raro. Falo só “Pô” ou “Putz” -e isso nem é palavrão né. Fico com raiva quando pessoas ficam enrolando pra fazer alguma coisa, por exemplo um trabalho de escola. Não sei passar esmalte em mim mesma, e nem em ninguém. Descascar laranja é um grande desafio pra mim. Bem essa sou eu, Aphrodite Jenny. Ou se preferir, Alexia.


posted 2 years ago·
#aphodite


posted 2 years ago·
#aphodite


posted 2 years ago·
#aphodite


posted 2 years ago·
#aphodite


posted 2 years ago·
#aphodite


posted 2 years ago·
#aphodite

"Ei, moça bonita. Gostaria de saber como andas tua vida sem mim? Maravilhosa, não é mesmo? Já era de se esperar. Mas saiba que estou sentindo falta de tua presença -mesmo que eu nunca tenha a tido. Meus dias andam fechados, com céu nublado. E eu precisava do raio de sol que és teu sorriso aqui comigo, bem aqui, do meu ladinho para iluminá-los. Eu tenho pensado muito em como minha vida mudaria se te tivesse por perto. Sei que estamos ligadas de certa forma, sei que quando cantas pode falar comigo e que quando canto junto contigo podes me ouvir. Mas, sabe Demetria, te tocar… Ah, como eu queria isso. Como queria poder te abraçar e sentir você enxugar minhas lágrimas. Talvez muita coisa mudasse, talvez não, muita coisa mudaria se te tivesse aqui. Me lembro que pedi a Deus que mandasse um anjo para mim, que me enviasse um alguém -mesmo que a distância- para me ajudar a ser forte. E Ele me mandou você. Com sua voz de anjo e seu jeitinho bobo de menina! Ele me enviou teu sorriso como uma maneira de dizer: "Ei, mantenha-se forte, guria!". E eu venho sempre tentando me reerguer por você, apenas por você. E acredite, eu não minto quando digo que morrerias por ti. Isso pode parecer, e até mesmo ser, doentio. Mas enquanto eu viver, enquanto existir eu, estarei te amando e te protegendo da maneira que posso. E até o meu último suspiro, eu irei acreditar em Lemi! Stay strong and stay with God, my queen.” • Dallas

"Ei, moça bonita. Gostaria de saber como andas tua vida sem mim? Maravilhosa, não é mesmo? Já era de se esperar. Mas saiba que estou sentindo falta de tua presença -mesmo que eu nunca tenha a tido. Meus dias andam fechados, com céu nublado. E eu precisava do raio de sol que és teu sorriso aqui comigo, bem aqui, do meu ladinho para iluminá-los. Eu tenho pensado muito em como minha vida mudaria se te tivesse por perto. Sei que estamos ligadas de certa forma, sei que quando cantas pode falar comigo e que quando canto junto contigo podes me ouvir. Mas, sabe Demetria, te tocar… Ah, como eu queria isso. Como queria poder te abraçar e sentir você enxugar minhas lágrimas. Talvez muita coisa mudasse, talvez não, muita coisa mudaria se te tivesse aqui. Me lembro que pedi a Deus que mandasse um anjo para mim, que me enviasse um alguém -mesmo que a distância- para me ajudar a ser forte. E Ele me mandou você. Com sua voz de anjo e seu jeitinho bobo de menina! Ele me enviou teu sorriso como uma maneira de dizer: "Ei, mantenha-se forte, guria!". E eu venho sempre tentando me reerguer por você, apenas por você. E acredite, eu não minto quando digo que morrerias por ti. Isso pode parecer, e até mesmo ser, doentio. Mas enquanto eu viver, enquanto existir eu, estarei te amando e te protegendo da maneira que posso. E até o meu último suspiro, eu irei acreditar em Lemi! Stay strong and stay with God, my queen.” • Dallas